protecao-no-verao-1

Proteja a pele no verão

Quando a estação mais quente do ano aparece, queremos realizar mais atividades ao ar livre. Mas, tome cuidado, pois a radiação solar incide mais fortemente, o que pode levar a queimaduras, câncer de pele, surgimento de acnes e vários outros problemas. Por isso, veja as nossas dicas para se cuidar:

Use filtro solar
Com certeza você já ouviu essa frase, mas muita gente anda se esquecendo de colocar essa atitude em prática. O filtro solar deve ser aplicado diariamente, proteger contra os raios UVA e UVB, ser aplicado 30 minutos antes da exposição ao sol e, preferencialmente, ser FPS 30.

Aumente a ingestão de líquidos
Nos dias mais quentes abuse da água e sucos de frutas naturais. Também procure consumir alimentos que previnem danos à pele, como a cenoura, abóbora, mamão e beterraba. Esses alimentos produzem substâncias que retém a radiação.

Tome cuidado com clubes e praias
Esses locais acumulam excesso de suor, de várias pessoas diferentes. Isso aumenta o risco de algumas doenças de pele, como micoses e brotejas.

Observe as manchas
Algumas manchas e sardas brancas podem aparecer de forma discreta na pele. Mas, preste atenção e não releve. Elas podem ser sinais de que os raios solares causaram danos e que, no futuro, pode se tornar algo muito mais sério. A melhor forma de evitar é não esquecer do filtro solar e se preciso, procurar um dermatologista especializado.

Outubro-rosa

Mulheres de todo o mundo, unam-se contra o câncer de mama!

Estamos no mês de outubro, mundialmente marcado pela campanha do Outubro Rosa. O nome se refere à cor do laço que simboliza a luta contra o câncer de mama e estimula a adesão popular.

O objetivo da campanha é sensibilizar a todos e conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce, pois o segredo da cura é a prevenção feita através do autoexame e mamografia.

No Brasil, estima-se 500 mil novos casos de câncer por ano, dentre eles, 49 mil referentes ao tumor na mama. Após os 35 anos, a incidência aumenta rapidamente e progressivamente. Não há uma razão específica para que este câncer ocorra, mas dentro do grupo de risco estão pessoas com histórico familiar com a doença, excesso de peso, menopausa tardia, nunca ter engravidado ou engravidar após os 30. Ressaltamos que nem todo tumor na mama é maligno, mas isso só pode ser confirmado a partir de exames médicos.

Quando o nódulo é descoberto e tratado ainda em sua fase inicial, as chances de cura chegam até 95%. Nessa fase o nódulo tem menos de 1 cm, o que dificulta ser detectado pelo autoexame. Por isso, é de extrema importância que mulheres acima de 40 anos façam a mamografia anualmente.

Assim como o Instituto Diplomata, todos podem apoiar essa causa e participar da campanha. Homens, conversem com suas amadas esposas, filhas, irmãs e mães, contem a elas sobre os riscos e indiquem a precaução. Mulheres, tenham o amor pela própria vida acima de tudo e se esqueçam dos tabus ou dificuldades para realizar as prevenções.

Vamos juntos criar um mundo mais saudável para todas as mulheres!